Adaptatividade x Adaptabilidade

Existem basicamente duas maneiras de um produto de hipermídia adaptar-se ao usuário, durante sua interação: a adaptatividade e a adaptabilidade. Embora ambos reflitam a propriedade do produto alterar-se de acordo com o usuário / interator (principalmente, através de interfaces adaptativas), elas utilizam diferentes estratégias para tal.

Adaptatividade

A adaptatividade consiste na propriedade de um produto que permite que o usuário altere explicitamente certas características do mesmo, para adequá-lo às suas vontades e necessidades. Isto é, a interface dos sistemas adaptáveis adequa-se de acordo com as escolhas que o usuário faz (geralmente, dentro de um número limitado de alternativas que o sistema dá ao usuário).

Exemplos temos ao monte na web 2.0: configurações do orkut, user scripts, extensões e temas do Firefox, escolha de quantos itens serão apresentados no rss do netvibes, a folksonomia do del.icio.us, entre outros. Muitas vezes quando ouvimos o termo “interatividade” em listas de discussões e fóruns, estamos falando na verdade sobre a adaptabilidade: permitir que o usuário personalize o produto.

Adaptabilidade

Já a adaptabilidade , refere-se à propriedade de um produto mudar suas características automaticamente de acordo com a “percepção” do modelo de usuário. Com o uso de tais sistemas adaptativos, o mesmo vai alterando-se de acordo com o objetivo do usuário, seus conhecimentos e experiências anteriores, sem que para isso, o usuário precise alterar as configurações do sistema. O próprio sistema altera suas configurações.

Exemplos de tais produtos são mais raros de serem encontrados na web, principalmente pela complexidade de se projetar tais produtos (mensagem subliminar: alguém me contrate para fazer a arquitetura da informação de um produto assim). Toda a área de sistemas de Hipermídia Adaptativa (HA) e de Tutores Inteligentes são exemplares, neste sentido. Outro exemplo que merece destaque foi a idéia do portal da BBC de ter áreas de foco: as áreas mais utilizadas pelo usuário iam ganhando destaque com o passar do tempo e do uso. Se alguém se lembrar de mais exemplos, por favor, poste aqui.

Conclusão

Não é difícil ver que a diferença entre os dois está na forma que o produto tem sua interface alterada. Em produtos com alta adaptatividade, “o usuário é quem manda”. Já em produtos com alta adaptabilidade, o produto adapta-se ao usuário sem que seja necessário “ele pedir”. A adaptatividade se encaixa bem com o paradigma da web 2.0. A adaptabilidade parece pertencer mais ao futuro, embora alguns sites já comecem a usar timidamente de tal característica.

Consultor de Behavioral Design, Experience Design, e mestre em Psicologia Experimental. Mais sobre meu histórico profissional e formação acadêmica, você encontra no LinkedIn. Minha missão é fazer do mundo um lugar melhor pras pessoas & fazer da humanidade uma espécie melhor para o mundo. Para tal, projeto ambientes construídos que influenciam positivamente as ações das pessoas.


6 comments

  1. August 1, 2010 at 2:41 pm

    Obrigado, foi-me útil este seu post.
    Gosataria de retribuir recordando que por exemplo a AMAZON.COM possui a adaptatividade que refere, ao incorporar a informação das preferências de livros dos seus clientes e propondo-lhes novos títulos para consulta e aquisição.
    Não lhe parece?

    AC

  2. August 1, 2010 at 2:41 pm

    Obrigado, foi-me útil este seu post.
    Gostaria de retribuir recordando que por exemplo a AMAZON.COM possui a adaptatividade que refere, ao incorporar a informação das preferências de livros dos seus clientes e propondo-lhes novos títulos para consulta e aquisição.
    Não lhe parece?

    AC

  3. Isabela
    January 31, 2011 at 8:50 am

    Olá, desculpe me intrometer, mas os conceitos estão invertidos…. adaptabilidade (hoje em dia também descrito em artigos científicos por personalização- mais genérico) é o processo do ambiente realização a adaptação/personalização, enquanto a adaptatividade (ou customização) é o processo em que o usuário seleciona os mecanismos que podem ser alterados. Vários autores da área de Sistemas hipermídia adaptativos podem confirmar isso… vai vão os grande autores: Paul De Bra, Peter Brusilosvky, entre outros…. existe essa confusão porque em um artigo muito antigo do Paul De Bra, ele coloca um mesmo termo (mesmo nome) para os dois modos, mas destaca outros sinônimos para cada um (destacados nesta explicação). Por isso, quando dizemos um sistema Adaptativo, ele possui adaptabilidade, ou seja, alguma forma do sistema se adaptar automaticamente (assim o nome da área SHA). Para isso ele deve ter um MU-modelo do usuário, que possui todo o perfil do usuário (o que se conhece do usuário), tais como características, conhecimento, habilidades, log, etc….

  4. Kássio
    May 1, 2012 at 11:31 am

    Eu acho que os conceitos estão trocados…

    Eu entendo como adaptabilidade a capacidade do sistema ser adaptável, ou seja, o usuário personaliza de acordo com sua preferência. Já a adaptatividade seria a capacidade do sistema se alterar automaticamente às características do usuário.

  5. January 8, 2014 at 11:45 am

    Oi Isabela,

    Mas não é isso que está no texto? 😛

    A adaptatividade consiste na propriedade de um produto que permite que o usuário altere explicitamente certas características do mesmo, para adequá-lo às suas vontades e necessidades.
    (…)
    Já a adaptabilidade , refere-se à propriedade de um produto mudar suas características automaticamente de acordo com a “percepção” do modelo de usuário.

    Valeu e abraços!

  6. Guilherme Gasparoni
    September 7, 2015 at 1:39 pm

    Palavras atuais. Explicação concisa. Perfeito.


Leave a Reply